Quarta-feira, 3 de Março de 2004

A minha namorada - o acordar

Acordei deitado numa cama de hospital, pensei que tinha morrido e ido para um sítio muito mau, mas era apenas a tua cara de cachucho debruçada sobre mim. Sim, ao fugir de ti lançaste-me com força um camarão-tigre que me provocou um traumatismo e me pôs em coma durante uma semana. Como foram bons esses tempos de descanso.


Andavas à volta a ler a Tv Guia esperando com isso que eu reagisse pois viste isso num desses filmes da TVI, mas foi apenas quando me beijaste que acordei do meu sono profundo.


Saltaste em cima de mim cheia de alegria por me veres acordado e gritaste tanto que todas as senhoras da maternidade tiveram as crianças ao mesmo tempo e na ala dos politraumatizados todos começaram a correr, o que levou a que só com muito custo os enfermeiros os conseguissem agarrar.


Ainda tentei bater-me a mim próprio com o saco de soro para continuar a hibernar, mas o esforço foi em vão, e só fiquei com mais dores de cabeça.


E que porra, a quantidade de flores que estão no quarto causam-me tonturas e náuseas e tento comê-las sofregamente, o que consigo a muito custo deixando apenas os pezinhos das plantas que não consigo digerir muito bem… tenho um estômago fraco.


Esta estada até nem tem sido má de todo, tem umas enfermeiras bem jeitosas e dão umas banhocas muito boas. Até tentei para dar mais realismo à coisa levar uma injecção de epidural só que o efeito não foi o desejado e apenas não consigo mexer os olhos, o que levou ao desespero os meus companheiros de quarto, pois tiveram de me relatar tudo desde a Praça da Alegria até ao A Vida é Bela e quem viu sabe como é difícil descrever tanta preciosidade, e logo eu que gosto de pormenores.


Ah, amanhã escusas de me vir ver pois vou sair para tomar café e só volto à noitinha. Espero dentro em breve estar ao pé de ti, pois as saudades são imensas e além disso preciso de mudar a banheira de sítio. Preciso da tua ajuda. Beijos e amo-te.

publicado por gifted_children às 23:46
link do post | favorito
De Anónimo a 7 de Março de 2004 às 17:38
Adorei o texto... força nisso :)pontodefuga
</a>
(mailto:ponto.de.fuga@sapo.pt)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres