Sexta-feira, 30 de Julho de 2004

A minha namorada - dia de praia

Com estes belos dias de calor nada melhor que uma praiazinha para descansar este corpo dorido de tanto fazer bem em prol dos outros. Claro que a ideia da minha querida namorada trazer os amigos todos não me agradou, seria bem melhor estarmos apenas os dois, mas ela como boa pessoa que é, não quis deixar de convidar aquelas figuras.


Tenho a impressão que alguns não vinham à praia desde pelo menos 1977 pois estavam mais branquinhos que uma posta de pescada da Iglo.


Toda esta minha teoria se confirmou quando um deles se afogou com a água pelo joelho, mais tarde tivemos de o comprar quando era vendido por 5 euros pelos pescadores da Costa. Esta experiência não foi muito boa para ele que passou o resto do dia melancólico a abrir buracos na areia seca a ver se encontrava água…parvo.


Claro que é sempre aborrecido quando se quer desfrutar um bocadinho de praia e os idiotas dos amigos dela passarem o dia a apanhar o lixo, as beatas e os papéis de gelado, com o que é que as crianças agora vão brincar?


 Também foi na praia que eu e a minha nova namorada tivemos a nossa primeira discussão, o que é sempre bom pois não há nada melhor que uma zanga de namorados partindo do princípio que não vão utilizar objectos afiados.


- Para onde estás a olhar?


- Para o horizonte a pensar como sou feliz por estares aqui comigo.


- Só se tiveres olhos na nuca pois estás de costas para o mar.


- Lá estás tu a ligar aos pormenores.


- Pensas que não vi que estavas a olhar para aquela de biquini vermelho a fazer topless.


- Está alguém de biquini vermelho a fazer topless… onde? (esperando eu que ela engolisse esta ingenuidade)


- Acho de muito mau gosto olhares para outras mulheres quando estás comigo. Todos concordaram com ela e bateram palmas olhando-me com reprovação, a que se juntou um casal de velhotes que me tirou as uvas.


- Sabes querida… eu estava a olhar só para ver como tu és perfeita comparada com as outras. Já viste a quantidade de celulite que a mulher tem? Era melhor estar tapada com um cobertor para não afligir olhos tão esteticamente apurados como os meus.


Apesar das minhas tentativas de sair airoso desta discussão foi pior a emenda, pois tive de ouvir o discurso sobre a superficialidade da minha conversa e tenho a certeza que houve mesmo duas parvas que me atiram areia para os olhos, apesar de não conseguir provar já que disfarçadamente começaram a assobiar para o ar e esconderam as mãos, mas tenho a certeza que foram elas. Por castigo devia crescer-lhes as orelhas. Feias…


- Isso quer dizer que eras incapaz de namorar comigo se eu tivesse celulite, estrias e pele de galinha?


- Bem, desde que não tivesses penas, senão era realmente esquisito…


- Se apertares a minha coxa vais ver que tenho aqui vais ver que tenho celulite e um bocadinho de gordura localizada.


- Ora, nem se nota, mas a ti tudo te fica bem. Não queres por acaso um geladinho ou uma bolinha de berlin? Estou a ficar com fominha…


- Estás doido!!! Sabes do que tenho de abdicar para manter o meu corpinho assim? Queres que eu por acaso fique gorda e não caiba no fato de banho?


- Mas querida, tu mesmo disseste que não ligavas a essas coisas…


Neste momento todos se voltaram de novo para mim como se eu fosse um assassino em série puxando-me os pêlos das pernas com uma pinça e o casal de velhotes começou a meter-me areia no calções… Tive de lhes bater com o chapéu-de-sol.


- Não gostas mesmo de mim, pois não?


- Claro que gosto, mas os teus amigos já me estão a irritar, será que têm de vir sempre atrás de ti?


Claro que se juntaram todos e tentaram afogar-me deitando-me um balde de água pela cabeça, os velhotes não se ficaram atrás e puxaram-me as pernas para dentro de uma poça e começaram a saltar freneticamente em cima de mim. Não me contive mais, enchi-me de coragem e fugi para o colo da minha namorada.


Há alturas em que penso que o melhor mesmo era estar só.

publicado por gifted_children às 20:08
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 5 de Agosto de 2004 às 21:11
Há alturas em que penso que.... tens que largar a droga! LOLOLOLOLOL BjosFormiguinha
(http://formiguinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:blog_formiguinha@sapo.pt)


De Anónimo a 5 de Agosto de 2004 às 17:39
Os velhinhos não gostavam mesmo de ti, isso de por areia nos calções é realmente desonesto ;)TeoriaseBitaites
(http://teoriasebitaites.blogspot.com)
(mailto:tretas@zmail.pt)


De Anónimo a 5 de Agosto de 2004 às 11:10
A raiz de todos os teus males está nesses velhos malditos que te devem ter rogado uma praga para as coisas correrem sempre de uma forma tão "alternativa" com a tua namorada... Beijinhossefaxavor
(http://tragameossais.blogs.sapo.pt)
(mailto:sefaxavor@sapo.pt)


De Anónimo a 3 de Agosto de 2004 às 05:32
Epah caso complicado!!! LOL!Bruno
(http://seraoamorimpossivel.blogs.sapo.pt)
(mailto:04306@ipam.pt)


De Anónimo a 1 de Agosto de 2004 às 02:53
Ainda não percebi se gostas mesmo dela ou nao?! Enquanto que a outra tinha um monte de "qualidades" que fazias questão de realçar esta tirando isso dos amigos parece demasiado perfeita!rafapaim
</a>
(mailto:filosofiabarata@sapo.pt)


Comentar post