Quinta-feira, 26 de Agosto de 2004

A minha namorada - a espera

A minha querida namorada foi passar férias com os amigos para o Nepal em busca de um refúgio espiritual, o que para mim é uma absoluta perca de tempo, não que não ache que as pessoas precisem mais do que as coisas terrenas e tenham necessidades mais profundas, mas acho que as pessoas só deviam partir para esse patamar quando conseguissem abrir à primeira uma garrafa de Coca-Cola ou partir uma noz com os dentes.


Levado pelo interesse da minha namorada pela espiritualidade também eu aproveitei para começar a praticar Yoga e fazer uns exercícios de relaxamento respiratórios. Ao princípio custou-me um pouco já que em vez de relaxar começava a hiper-ventilar e desmaiava de 5 em 5 minutos. Depois tentei as asanas e demorei dois dias a voltar a uma posição vertical o que foi muito mau já que ia ao banco pedir um empréstimo para comprar umas peúgas em 2ª mão com as pernas enroladas nas orelhas, o que acho que não causou muito boa impressão. Por fim tentei a meditação profunda, que exige um elevado grau de concentração e contemplação. Realmente estava quase a conseguir me abstrair de tudo e elevar o meu espírito, mas só me vinha ao pensamento imagens das jogadoras de volley-ball de praia e de puré de batata com filetes de peixe.


Tenho aproveitado o meu tempo a ver os Jogos Olímpicos e sinceramente tenho-me apaixonado por algumas modalidades de grande interesse e que além de terem uma beleza estética extraordinária são bastante úteis. Por isso tenho acompanhado com especial atenção o halterofilismo feminino. Poderão até dizer que não são as mulheres mais bonitas do mundo (é tudo uma questão de opinião), mas devem ser extremamente úteis para quem anda sempre com a casa às costas.


Imbuído pelo espírito olímpico também eu comecei a fazer desporto. Como sempre me disseram que a natação é o desporto mais completo comecei por aí. Achei só um pouco parvo depois de ter posto aquela toca ridícula me dizerem que era preciso saber nadar… pois, devia ter calculado. Puseram-me no tanque de aprendizagem onde a água me dava pelo joelho com as crianças dos 3 aos 6 anos e tenho de dizer que me saí muito bem. Ganhei todas as corridas, apesar de algumas daquelas tristes crianças se queixarem que eu nadava com as mãos no chão e que lhes puxava as pernas quando me ultrapassavam … as crianças de hoje começam logo por ser umas queixinhas logo de tão novas… invejosas. As minhas experiências atléticas ficaram por aqui apesar de ainda ter ido tentar bater o meu recorde de cambalhotas consecutivas na pista de atletismo da qual fui expulso de forma muito pouco cordial.


No fundo tudo tenho feito para me manter ocupado e não sentir saudades da minha namorada. Estou desejando que venha o mais depressa possível pois pretendo pedi-la em casamento. Pois acredito que já amadureci o suficiente e já estou pronto para assumir um compromisso desta grandeza, sendo assim, quando chegar vai ser a primeira coisa que vou fazer a seguir a lavar a roupa interior com sabão azul e branco.


Já me estou a ver todo luzidio à espera dela no altar e trocar-mos juras de amor eterno… vai ser lindo.

publicado por gifted_children às 23:53
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 28 de Agosto de 2004 às 10:11
Talvez fosse prudente aguardar para ver como ela vem da sua viagem zen... Nunca se sabe as mudanças que o Nepal pode operar na cabeça de uma mulher (eu pelo menos não sei, que nunca lá estive...). Beijossefaxavor
(http://tragameossais.blogs.sapo.pt)
(mailto:sefaxavor@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2004 às 10:48
Casamento... será desta?! A outra já esta mesmo esquecida!!! Achas que aguentas aquela sogra?! e os amigos da filha?! ... Que venha a boda e o copo de agua!rafapaim
</a>
(mailto:filosofiabarata@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2004 às 10:28
Sim senhor...gostei de saber que lavas a roupa interior c sabão azul e branco :) vamos lá ver se a "tua namorada" não leva os amigos para o altar, aindas tens de trocar juras de amor c aquele q rouba saladas :Pcarina
</a>
(mailto:carinacastanheira@sapo.pt)


Comentar post