Terça-feira, 16 de Março de 2004

A minha namorada - a dúvida

Já seriam umas três ou quatro da manhã, não sei, tenho que comprar um relógio, acordei banhado em suor com o pesadelo que tinha aceitado casar contigo. Tive de me pendurar no estendal na roupa pelo cabelo durante quinze minutos para conseguir me secar convenientemente, constipei-me e agora só consigo respirar pelas orelhas.


Não mais consegui pregar olho nesta noite, senti-me realmente e profundamente deprimido e fui acordar os meus vizinhos dizendo que se tinham esquecido da reunião de condomínio. Sentamo-nos todos na sala de reuniões e contei-lhes tudinho aquilo que se tinha passado, escutaram-me com uma paciência infinita, houve altura em que senti uma verdadeira comunhão de amizade e compreensão, não cheguei a perceber a ideia de me pegarem e me meterem dentro do Vidrão… insensíveis.


Sentei-me no meu sofá a comer azeitonas (quando o que eu queria mesmo era Fois Gras e Salmão Fresco), e já nem as televendas me animavam. O pensamento do casamento assaltava-me a cada caroço cuspido e tentei afogar as mágoas em cerveja, infelizmente só tinha duas o que não deu para encher a banheira, o que levou a que quando mergulhei a única coisa que fiquei foi com o nariz a sangrar.


Por mais voltas que dê não consigo arranjar uma boa desculpa para dizer que foi tudo um momento de loucura temporária motivado pelo sol em excesso e aqueles carapaus que comi ao almoço.


Não tinhas nada que começar a telefonar às tuas amigas a contar que íamos casar, senti-me perfeitamente estúpido o ter de confirmar a cada uma delas que era tudo verdade. Deus sabe como me custou.


Ainda pensei fazer uma lobotomia para me esquecer de tudo e ficar um vegetal (de preferência um repolho), mas lembrei-me que ainda não vi o Eurofestival da Canção deste ano.


Dúvidas e mais dúvidas, ai que tristeza sem fim, já me estou a ver a ir a uma fábrica de confecções em Guimarães para comprar tecido para o vestido de noiva e dar trabalho aquelas pessoas por mais seis meses.


Preciso de ajuda.


Ah… Amo-te

publicado por gifted_children às 23:27
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 19 de Março de 2004 às 22:43
N estejas assim, isso é depressao pré-casamento mas passa :) quando vier o eurofestival vais ficar muito pior :P lolAna
(http://cumplicidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:anasantos_@hotmail.com)


De Anónimo a 16 de Março de 2004 às 23:46
Se é a bem da economia nacional acho que esse casamento deve ir em frente!!! Casamento nao consumido da direito a anulaçao... pensa nisso!rafapaim
(http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt)
(mailto:filosofiabarata@sapo.pt)


De Anónimo a 16 de Março de 2004 às 23:32
A vida a dois tem mais sabor, se amas não hesites!Cetus
(http://irc.blogs.sapo.pt)
(mailto:cetus@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Olá Joana

. Hummmmmmmmmmmmmmm

. A minha namorada - 4º cap...

. Bom Ano

. Meus Amigos e Minhas Amig...

. A minha namorada - 3º cap...

. INTERVALO

. A minha namorada - 2º Cap...

. A minha namorada - histór...

. A minha namorada - pazes

.arquivos

. Abril 2010

. Setembro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds