Terça-feira, 23 de Março de 2004

A minha namorada - ajuda

Os dias passam cada vez mais depressa, ainda bem que faço pouco, pois se assim não fosse tinha aquela sensação dolorosa da maioria das pessoas que estão sempre a dizer que o tempo passa a correr. Resolvi não me mexer e manter-me imóvel o mais tempo que pude sustendo a respiração até ficar roxo.


Mantendo a ideia da imobilidade fui para o parque onde enterrei os pés na terra, e durante bastante tempo passei por um Olmo majestoso, se não fosse a ideia parva dos senhores da câmara me começarem a podar ainda hoje lá estaria.


A tua mãe gentilmente já se ofereceu para nos oferecer a lua-de-mel no apartamento de time-sharing que tem na Quarteira. Só me apeteceu transforma-la em peru e recheá-la, mas contive os meus impulsos e beijei-a na face agradecidamente. Ok, eu sei, não era a tua mãe que beijei, mas o forno a lenha, mas o que conta mesmo era a intenção, e sabes que fiquei tão entusiasmado com a ideia de umas férias na Quarteira que me apeteceu beijar tudo e todos.


Tenho um amigo que me explicou que eu apenas estava mais apreensivo porque não estava preparado para lidar com as responsabilidades de um casamento e todas as mudanças que isso traz à nossa vida. Ouvi-o com a mesma atenção que costumo prestar ao Jornal Nacional e concluí que realmente preciso de uma mudança, mas tenho sempre a esperança que seja para melhor, como por exemplo mudar para outro planeta, ou mesmo para o Barreiro.


Tenho pensamentos recorrentes contigo a irmos ao fim-de-semana para a Costa da Caparica com uma arca térmica com meia melancia, uvas e umas coxas de frango, que tu graciosamente embrulhavas numa toalha de quadrados vermelha, em que eu como sempre, só comia as pevides e os caroços enquanto tu te alambazavas com todo o resto.


Esta ideia fez surgir em mim pensamentos mórbidos e que se calhar a morte não é assim tão má desde que pelo menos tenhamos trocado de roupa interior.


Ah, antes que me esqueça, detestei o fato que fui provar, decididamente o amarelo não é uma cor que me assente bem, e lá porque o teu pai casou com um chapéu com as orelhas do Mickey eu nunquinha me vou sujeitar a isso… está bem? Importas-te?!


 Beijos grande e fofos

publicado por gifted_children às 00:13
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 27 de Março de 2004 às 15:14
Olá :) Eu tb acho que ir passar a lua de mel à Quarteira n é assim tão mau, ou talvez sim :P mas pior pior é mm se fores viver para o Barreiro :P beijo!!Ana
(http://cumplicidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:anasantos_@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Março de 2004 às 16:10
Amigo, Quarteira é um excelente sítio para passar a lua de mel, mas já ponderaste a hipótese da Trafaria? É super-romântico. BjosFormiguinha
(http://formiguinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:blog_formiguinha@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Olá Joana

. Hummmmmmmmmmmmmmm

. A minha namorada - 4º cap...

. Bom Ano

. Meus Amigos e Minhas Amig...

. A minha namorada - 3º cap...

. INTERVALO

. A minha namorada - 2º Cap...

. A minha namorada - histór...

. A minha namorada - pazes

.arquivos

. Abril 2010

. Setembro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds