Terça-feira, 30 de Março de 2004

A minha namorada - o bilhete

Afinal minha querida, estar longe de ti estes dias apenas foram bons ao princípio, agora sinto a tua falta. Sinto que se calhar devia ter pensado melhor e que não devíamos ter cancelado o nosso casamento. Por isso foi com imensa alegria que li o teu recado que me deixaste e que os vizinhos fizeram questão de afixar na porta de entrada ao lado da conta do condomínio que tenho de pagar, nesse bilhete cheio de ternura dizia o seguinte:


Querido ex-namorado.


Tenho de te dizer que foste a maior merda de namorado que uma mulher podia ter.


Espero que tenhas todo o azar do mundo e que acordes em cuecas no meio da Av. da Liberdade.


Não te guardo rancores, mas se um dia acordares transformado em mosquito esborracho-te contra a parede.


 Para que saibas tenho saído com o Quim que me tem apoiado neste momento difícil, que apesar de já se custar a endireitar, continua a carregar o peso da minha vergonha de ser uma mulher enjeitada às portas do seu próprio casamento.


O meu pai anda muito triste e pede que lhe devolvas a colecção de dentes postiços.


A minha mãe voltou a beber e teve de voltar outra vez à terapia, depois mando a conta.


A tua ex-namorada


P.S. Vai morrer longe


 


Claro que decerto não penso que tenhas dito isso de coração, e além disso não posso devolver os dentes postiços ao teu pai, já os vendi na loja dos chineses e eles agora não mos querem devolver nem por nada. Já os tentei trocar por um pente usado mas eles não foram na conversa. Vão abrir a 5ª loja na mesma rua e propuseram vender-me também. Ainda pensei no assunto, mas não me ofereceram mais de 2 euros por isso tive de recusar. Ainda mantenho a minha dignidade.


 Acho uma excelente ideia andares a passear com esse idiota e parvamente infantil do Quim. É bom ter amigos. Sabes, agora ando numa fase de descoberta de mim mesmo (comprei nos chineses o livro cujo o titulo é ”Descobre-te a ti próprio – Serei gay?”), não sei se me vai ajudar muito, mas tem um descartável com lições de ponto-cruz que me parece interessante, por isso e por agora não estou muito voltado para ter uma relação outra vez, vou ficar em casa e ver as reposições do Dallas e do Barco do Amor e comer rodelas de ananás enlatado.


Até breve

</blockquote>
publicado por gifted_children às 23:25
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 31 de Março de 2004 às 00:26
Isso esta a ser muito duro!!! Ainda bem que é uma rapariga que passou por cima de tudo muito facilmente!!! Força e se tiveres de dizer que erraste vai em frente!rafapaim
</a>
(mailto:filosofiabarata@sapo.pt)


Comentar post